Não precisa entrar em crise, nós não vamos mudar tanto assim! 😉

Este ano o Collant fez três anos de existência e, ao longo desses três anos, nós aprendemos muito sobre cultura pop, discussão, feminismo, representação e sentimos cada vez mais forte que todas as discussões que a gente tenta levantar por aqui são extremamente importantes. Cultura Pop não existe dentro de uma bolha e nem a nossa sociedade vive dentro de uma bolha de proteção contra influências culturais.

Nos temos a melhor comunidade de apoiadores que eu conheço – bem mamãe coruja, eu sei. Mas não tem nada que me deixa mais feliz do que ver o apoio que a gente recebe das nossas leitoras, por isso eu queria muito que vocês estivessem cientes das mudanças pelas quais nós vamos passar.

Mudança (Adaptação) do Nome

O Collant Sem Decote vai passar a se chamar apenas Collant. Muitas de nós, e muitas de vocês, nossas leitoras, já nos chamam apenas pelo primeiro nome. Essa mudança vem, não só porque realmente aconteceu uma melhora nos uniformes das super-heroínas nos últimos anos, mas porque sentíamos que o título do site acabava centralizando ele muito em quadrinhos americanos, quando nós tentamos falar de todos os meios da cultura pop. Além disso, acreditamos que um nome mais curto vai ajudar a alcançar além da nossa bolha de comunicação. Nós temos uma comunidade maravilhosa ao redor do site e nós amamos isso, mas queremos que as discussões que levantamos aqui chegue também até quem normalmente não procuraria um site como o nosso.

Publicidades

Quando eu comecei o blog, ele era apenas isso, um blog que eu abri para falar sobre cultura pop. Com o passar dos anos nós fomos acumulando colaboradoras incríveis, ganhamos mais uma editora e tentamos cada vez mais trazer textos com conteúdo que interessem ao nosso público. Isso tudo, no entanto, é trabalho. Se no começo eu via o Collant como um hobby, a medida que ele foi crescendo, nós fomos precisando dedicar mais tempo a ele. Nós passamos a ser conhecidas como referência dentro dessa discussão e ele foi se tornando um trabalho. Hoje, eu sento na frente do computador todos os dias, por pelo menos 3 horas, para organizar assuntos relacionados ao Collant. São e-mails, publicações, pedidos, convites, textos e alguns levam dias de pesquisa para serem levantados.

Eu vejo o Collant como parte da minha vida profissional. Eu quero poder oferecer as diversas mulheres que escrevem com a gente algo em troca do tempo de trabalho que elas dispõe para as publicações que vocês leem todos os meses. Por isso nós decidimos procurar ativamente por parceiros publicitários, parceiros que serão selecionados a dedo pela nossa equipe, apenas aqueles que reflitam ou não firam os ideais nos quais acreditamos. Não existe a inocente visão de que logo de cara vamos conseguir cobrir todos os custos de produção do Collant, hospedagem por si só já é algo custoso, mas esperamos que no futuro nós possamos pagar por cada texto que for lido por vocês por aqui. Se grandes sites de Cultura Pop podem pagar pelo trabalho de seus escritores, porque nós não poderíamos?

Muitos de vocês devem estar preocupados em como isso vai afetar a nossa Linha Editorial. Eu vou responder.

Linha Editorial 

A nossa linha editorial não vai ser afetada. A expectativa é que nós ganhemoss. em liberdade. O Collant possui um perfil confrontativo, de falar quando algum problema existe, de exigir respostas e de querer que a Cultura Pop como um todo seja algo positivo e acolhedor – e nada disso vai mudar. Todos os nossos parceiros, que vão passar pelo nosso crivo, vão saber de antemão que as opiniões que nós dermos serão as nossas opiniões honestas. Nós não vamos deixar de criticar quando a crítica for necessária, não vamos deixar de problematizar quando for necessário. As empresas que toparem entrar com a gente nessa nova fase do Collant vão ser aquelas que estiverem de acordo com a nossa parceria e a nossa linha editorial.

Todos os posts que por ventura vierem a ser publiposts, serão devidamente marcados como publipost. Nós já fazemos algo semelhante quando recebemos livros e quadrinhos para resenha, deixando claro que aquele material foi fornecido pela editora.

Mas e essa liberdade que eu falei lá em cima? Bom. Nós somos principalmente mulheres falando sobre representação, mas nem todas nós queremos falar só sobre isso, e mulheres devem ter espaço para falar sobre tudo o que quiserem. Por isso nós vamos abrir a linha editorial no sentido de incentivar mais posts que sejam sobre qualquer assunto dentro da cultura pop, não só aqueles que com certeza trazem o peso da representação. Nossa intenção aqui é dar mais liberdade para todas as mulheres que escrevem no Collant, e também incentivar o mercado a ler mais mulheres escrevendo sobre diversos assuntos.

A nossa política de comentários vai continuar igual, bloqueando discurso de ódio e promovendo uma discussão saudável. Nisso, nada vai mudar.

Concluíndo

O Collant cresceu bastante nos últimos três anos, e queremos continuar crescendo nos próximos três. Para isso nós sentimos que precisávamos fazer algumas mudanças, e queríamos que as nossas leitoras fizessem parte dessa nova fase junto com a gente. Se tem uma coisa da qual nós temos orgulho por aqui, é da comunidade que se formou em torno do blog, por isso nós só temos a agradecer a vocês. Esperamos poder alcançar ainda mais pessoas, e tornar a discussão que achamos tão importante, ainda maior.

Por enquanto todos os nossos contatos continuam iguais, inclusive os e-mails, então se precisarem falar conosco é só utilizar os meios já tradicionais!

Obrigada!
Até Mais! 😉

%d blogueiros gostam disto: