Hoje a internet recebeu o que talvez tenha sido o hashtag mais desconectado com a realidade que o mundo nerd já viu: #boycottstarwarswii .

Essa burrice teve início quando suprematistas brancos Americanos resolveram que porque JJ Abrams quis inserir pessoas de etnias diferentes da branca no elenco de Star Wars ele estaria querendo acabar com os protagonistas brancos. Sério. Os twittes são de fazer você se revirar na cadeira de rir.

Captura de Tela 2015-10-19 às 16.12.02CRsMygDU8AASCL-Captura de Tela 2015-10-19 às 16.12.10

giphy-11

É pra chorar também. É incrível como hoje ainda existe quem acredite de verdade que ser branco te faz superior apessoas de outras etnias. É incrível que ainda tenha tanta gente que não consiga olhar para o próprio umbigo e entender o quão privilegiada uma pessoa branca é.

Eu nem sei mais quantas vezes eu, e um milhão de outras pessoas na internet, já falamos: A vida, amiguinho, mudou. Minorias estão cada vez mais fortes, e com força vem a responsabilidade de exigir mais representação. Vai ter negro, vai ter mulher, vai ter lésbica, gay e, quem sabe, trans. Vai ter tudo isso no meio nerd pelo simples fato de que: já tem.

Eu não sei se essas pessoas realmente acreditam que até o ano passado os fãs de Star Wars eram absolutamente homens brancos heterossexuais cis. O que eu sei é que fã de Star Wars sempre foi de toda etnia e de todo gênero.

O mais louco disso tudo é quem disse que o protagonismo negro em Star Wars Episódio VII é uma conspiração para o genocídio branco e, o meu favorito: protagonistas negros em Star Wars seria apropriação, já que Star Wars é um produto criado por pessoas brancas. É tanta desconexão com a realidade que eu quase fico sem palavras.

giphy-12

Como se Hollywood não tivesse uma longa história de embranquecimento de personagens negros, índios e asiáticos. Como se existisse apropriação de uma cultura hegemônica como é o caso da branca. Para. Tá feio.

A Força já Despertou, colega. Tinha Lando e Princesa Leia na primeira trilogia, teve Samuel L Jackson no prequel e agora tem latino, negro e mulher protagonizando o rolê. Se você insiste em ficar de olhos fechados e cara amarrada pro mundo aí o problema é seu, ninguém precisa do seu ódio não.

Mas ó. Quer fazer boicote? Mandavê. Porque na minha sala de cinema nerd muito louca, em que a gente vai estar chorando de felicidade enquanto assiste O Despertar da Força, eu realmente prefiro não ter você do meu lado.

giphy-13

%d blogueiros gostam disto: