A indústria televisiva norte-americana finalmente atendeu aos nossos pedidos – finalmente nós vamos ter uma seriado com protagonistas que representam a grande diversidade da sociedade. Uma história com personagens tridimensionais, complexos e com uma história visceral. o/

Sério, gente. Tô em choque.

Quando o criador de True Detective disse que teríamos duas protagonistas femininas, aí depois voltou atrás e disse que seria só uma, aí bateu a Marina de novo e elas seriam personagens de apoio – ninguém acreditou. Mas eu nunca perdi a fé. Eu sempre sou que esse dia ia chegar.

A HBO anunciou hoje que a nova temporada de True Detective vai ser protagonizada por ninguém menos que Colin Farrel e Vince Vaughn! Achei que esse dia nunca fosse chegar. Tô realmente feliz que nós vamos finalmente ter uma dupla de homens brancos protagonizando uma série pesada e visceral.

E aparentemente a temporada vai ter um clima Chinatown! o/

A gente fala bastante sobre como a minoria nunca é realmente representada, sobre como é difícil sempre ver as mesmas caras na televisão. Sobre como os melhores personagens, a melhor história o melhor tudo sempre fica com o mesmo tipo de pessoa. É foda.

Todo mundo que eu conheço gostou de True Detective. Podem não ter amado, ou achado que é a coisa mais incrível que o universo da televisão já viu, mas gostaram. Eu gostei também. Confesso que os primeiros quatro episódios foram difíceis, mas depois a coisa engatou e eu maratonei o final da temporada.

Mas eu preciso dizer, achei que tinha muita pouca representatividade. Um dos maiores erros da primeira temporada foi a falta de personagens masculinos brancos. Porra. Quer dizer, precisava de tanta mulher? Era realmente necessário dar tanta complexidade e tempo de tela para os detetives negros? Pra onde você olha nos episódios, tudo que você vê é mais do mesmo. Eu já estava cansada de ver tão poucos personagens masculinos brancos, heteros e cis na televisão. Ainda bem que a segunda temporada vai mudar isso.

É isso aí, True Detective. Sambando na cara da humanidade.

*Caso você não tenha percebido, este é um texto irônico.

%d blogueiros gostam disto: