Na semana passada comentamos o caso de Yoshiaki Nishimura, produtor da Ghibli, que disse que homens são mais idealistas que mulheres. Hoje ele veio à público com uma série de twittes pedindo desculpas e deixando algumas informações mais evidentes.

“Eu gostaria de me desculpar sobre o que foi dito em 6 de junho no artigo do The Guardian. O artigo foi baseado em uma entrevista feita na Inglaterra em Setembro de 2015, e sim, aquelas são coisas que eu disse. Primeiramente, eu deixei o Studio Ghibli em 2014 e eu não sou um empregado da Ghibli. Eu gostaria de pedir desculpas por fazer todas as pessoas que amam a Ghibli se sentirem descontentes por aquilo ser uma representação do que a Ghibli pensa. Em segundo lugar, sobre o comentário de que homens tendem a ser mais idealistas e mulheres tendem a ser mais realistas, isso é um ponto de vista discriminatório e eu com certeza pensava daquela maneira. Eu refleti e aprendi a lição. Gênero não está relacionado à fazer filmes. Eu sinto muito.”

É bom saber que Nishimura não está mais trabalhando com a Ghibli, e que já não estava quando deu a entrevista. E é bom também vê-lo vir à público com um pedido de desculpas tão razoável. Espero de verdade que a sua reflexão de fato tenha acontecido e que, mesmo motivada pela onda de reprovação que ele recebeu depois da publicação dos comentários, ele passe a se preocupar mais com diversidade de gênero dentro dos estúdios nos quais trabalha. Gênero não tem a ver com a capacidade de quem faz filmes, mas tem a ver com quem decide contratar apenas homens para cargos importantes (ou qualquer cargo, de maneira geral).

Apesar das declarações de Nishimura me deixarem feliz por não terem partido de alguém que esteja atualmente ligado ao estúdio, ainda assim isso não quer dizer que não exista um problema geral no mundo da animação. O fato da Ghibli ter um histórico de não contratar mulheres para posições de poder dentro do estúdio continua como algo sobre o qual o próprio estúdio precisa refletir.

Agora é esperar e ficar de olho não só nos personagens das próximas animações, mas também na equipe que trabalha por trás das câmeras.

(via Kotaku)

%d blogueiros gostam disto: