Hoje começa uma série de posts em que faço reviews dos quadrinhos que recebi da Editora Nemo – e começo com Gata Garota (da fofura esbelta eterna – subtítulo que eu inventei agora), da Fefê Torquato.

tumblr_nalwgwGBIP1tvxqyso1_1280

Sou de uma família de gateiros. Eu tenho um, minha irmã dois e minha mãe três – fora os que já passaram lá por casa mas que o tempo não deixou eles ficarem. Dos nossos seis gatos, quatro são pretos. O Darth Vader, meu gato, é tudo aquilo que um gato é: preguiçoso, brincalhão, assustado, corajoso, bravo, carinhoso, dengoso e folgado.

A Gata Garota é tudo isso também.

Quadrinho escrito e desenhado pela Fefê Torquato, Gata Garota conta a história de Gigi, uma pessoa-gato muito esperta que se transforma em gata-garota sempre que lhe é conveniente, seja para conseguir um afago de um estranho na rua, seja para conseguir que o jantar saia o mais rápido possível ou para torturar uma barata por horas. O começo da história narra acontecimentos cotidianos da vida de uma pessoa-gata, como as transformações dela afetam de maneira divertida e inconveniente as pessoas a sua volta, inclusive seu namorado humano, Danilo. Ao longo do livro vemos um pouco mais sobre esse universo curioso das pessoas-gatas, com alguns vislumbres da origem desse tipo de pessoa.

tumblr_n2m2uqHn671tvxqyso6_1280

É muito legal ver como a escritora não se apressa em estabelecer um universo em que todos os amigos de Gigi acham absolutamente normal ela se transformar em gato de uma hora para outra. Em determinado momento, logo no começo, fiquei na dúvida se ela era realmente uma garota ou só uma gata mesmo – e isso é parte da diversão. Eu estou constantemente identificando comportamentos assustadoramente humanos no Vader, como vir me chamar no quarto para assisti-lo comer. ¬¬

É muito legal ver a reação de Danilo aos costumes felinos da família da namorada, o estranhamento é construído de uma maneira divertida, com pitadas de humor sombrio como quando Danilo se depara com verdades do tipo “minha tia comeu seus filhotes”.

tumblr_n9w0givAkz1tvxqyso3_1280

Gata Garota é também uma história de origem. Nem Gigi parece saber direito, mas ela tem um potencial para ser heroína. Além de precisar lidar com a líder da família que pode estar enlouquecendo (alter ego muito engraçado da escritora), momentos de crise e perigo parecem se aproximar e a protagonista precisa começar a ver a vida além do seu mundinho fechado, desenvolver empatia e assumir responsabilidades que antes Gigi nem cogitava.

Eu já falei que amo o traço da Gata Garota? O quadrinho é muito lindo, as páginas são de tirar o fôlego e a opção por manter tudo em preto e branco ajuda a sustentar o tom sombrio/divertido do universo felino, ao mesmo tempo em que dá destaque para o design da personagem. A leitura passa muito rápido, então não se ache doida se você voltar desde o começo e passar as páginas mais três ou quatro vezes só para admirar o traço lindo da Fefê.

tumblr_n70jsiFE4m1tvxqyso5_1280

Originalmente uma webcomic, o livro é o primeiro volume que compila as páginas já lançadas online. Você pode acompanhar o trabalho da Fefê pelo tumblr dela, e acompanhar as novas aventuras no tumblr da Gata Garota, enquanto espera (ansiosamente) pelo Volume 2. 😉

1181-20150224161223

%d blogueiros gostam disto: