Featured image

Desculpo o caralho, não sou tuas donzela

Na semana passada, para promover a nova temporada de Game of Thrones (como se precisasse), a página do Facebook  Game of Thrones BR lançou um aplicativo da Patrulha da Noite, que vejam vocês, não aceita mulheres. Porque a Patrulha da Noite não aceita mulheres. 

A questão aqui é muito do simples, é uma pena que não dá pra desenhar pelo WordPress.

Na série, no mundo imaginário de G. Martin, mulheres não são aceitas na Patrulha, assim como mulheres não eram aceitas no exército, no governo, no clero e na vida, basicamente. Mas o que o querido G. Martin sabe e muitos de seus fãs homens não parecem saber é: isso não era uma coisa boa.

Se uma coisa não é boa, talvez seja legal não reproduzi-la, principalmente se ela é de mentirinha e nós vivemos no mundo real.

Então que tal, assim, não excluir metade do seu público numa brincadeira? Não é boa ideia?

Mas aí vem os boçais de plantão “mas tem que ser fiel à série”

Sim, claro, porque os casados também foram excluídos e assim que você baixava o aplicativo aparecia um contrato pra vocês assinar prometendo celibato. QUE NEM NA SÉRIE. Mas não, claro que isso não aconteceu.

Eu infelizmente adoro uma discussão online e parti pra briga nos comentários. Teve boçal me dizendo “quem conhece a série entende e tem que aceitar” – Não tenho que aceitar porra nenhuma, meu filho.

fica de mimimi por besteira” – excluir mulher de aplicativo e excluir mulher do mercado de trabalho é machismo do mesmo saco, então vou brigar por causa dos dois fi.

então vai lá faz a sua série e cria seu aplicativo do seu jeito”  – ah, aqui chegamos no ponto crucial da coisa. Os que os homens não querem mesmo, é dividir. É como se a gente até pudesse jogar o jogo no campinho mas as regras tem que ser deles. Senão eles vão levar a bola pra casa. O problema é ESSA BOLA NÃO É SÓ SUA. ASSIM COMO A SÉRIE.

O que esses homenzinhos de merda querem é que criemos nossa própria esfera, pra que a gente não mexa na deles. Não aponte as falhas e busque melhoras. Mas desculpa queridinho, vou tomar da sua mão, vou mexer em tudo e é você quem tem que aceitar isso.

Não é o mundo que está mais chato. É você quem não cresceu junto com o mundo.

Ah sim, li todos os livros tá.

%d blogueiros gostam disto: