Esse episódio mostrou de fato muitos personagens quebrados. Theon Greyjoy, Arya Stark, Cersei Lannister e até um personagem que voltou depois de algum tempo. Pessoas quebradas às vezes cometem atos desesperados, talvez seja isso que nos aguarde no fim dessa temporada.

Faltando apenas três episódios para acabar, The Broken Man deve ter sido o último que mostra as coisas mais calmas antes de conflitos maiores. As alianças não estão dando certo e todo mundo parece meio desesperado para seus respectivos conflitos finais, o que pode resultar em um final de temporada muito bom. Particularmente achei que o episódio mandou bem em uns núcleos e nem tanto em outros.

Aviso de spoilers.

got607121015hsdsc35341jpg-653633_765w1

Pode ter rolado uma dúvida no último episódio, mas acho que bem no fundo todos nós sabíamos que Margaery estava fazendo o que faz de melhor: Jogando o jogo dos tronos. Ao contrário de Cersei, que foi Cersei até o final, Margaery finge se aliar ao Alto Pardal para conseguir escapar da prisão. Ou será que não? Ela ainda está sendo vigiada a todo momento, aparentemente sem plano para libertar Loras e precisa mandar a Rainha dos Espinhos pra casa ou ela será a próxima.

Obviamente ela estava interpretando em sua conversa com o Alto Pardal, mas ele também se mostrou um bom jogador, será que ele vai perceber? Uma das minhas apostas de personagens que vão morrer até o final é Margaery e Loras, então será que jogar com o Alto Pardal não vai sair tão bem para a rainha como ela espera? Independente de qualquer coisa, Olenna entendeu que a rosa significava que a lealdade de Margaery ainda era dos Tyrell e resolveu confiar na neta, afinal de nada vai adiantar a melhor jogadora da casa das rosas ser presa em Porto Real.

Eu esperava ver mais da aliança Lannister e Tyrell, ela acabou tão rápido quanto começou, mas de fato é o melhor que Olenna pode fazer agora. Cersei se mostrou extremamente contida, mas acredito que isso vai estourar em breve. Ela jurou vingança aos seus inimigos depois da Caminhada da Vergonha, mas até agora tem sido bem calma e contida com tudo, que não é muito característico de Cersei, ainda mais nessa altura do campeonato. Espero que a série faça ela explodir em breve. Ela é outra das minhas apostas que irá morrer até o final da história, inclusive chutei no começo que seria nessa temporada.

Enquanto isso Jaime chega no castelo dos Tully (incrivelmente rápido, por sinal) e vê que os Frey não estão preparados para tomar o poder de nada sozinhos. Nós todos já sabíamos disso, o que talvez não soubéssemos é que nem mesmo Jaime, com toda sua armadura e pose Lannister, poderia convencer Peixe Negro de algum tipo de acordo. O Lorde Tully é provavelmente a pessoa mais calma politicamente da série nesse momento, o que é muito legal. Jaime é um dos meus personagens favoritos nos livros, mas nessa situação eu sou 100% time Tully e tudo indica que os Lannister, tirando o Tyrion, estão em queda.

check-out-next-week-s-game-of-thrones-promo-the-broken-man-9_eedn

Como tinha previsto, Yara e Theon realmente vão pedir ajuda para Daenerys e em troca das Ilhas de Ferro, provavelmente vão oferecer seus homens para que a Rainha Dragão conquiste Westeros. Os Martell e os Greyjoy sempre foram aliados dos Targaryen, apesar do apoio dos Martell sempre ter ficado mais evidente nos livros. É possível que Dorne também some forças, até porque no livro esse era o plano de Doran. Na série ele morreu, mas acredito que Ellaria prefira apoiar Daenerys do que qualquer pessoa em Westeros.

Eu ainda me pergunto se vale todo esse esforço de ir até Meereen para conseguir as Ilhas de Ferro de volta, mas com certeza vai ser uma aliança muito interessante. Daenerys e Yara são mulheres muito fortes e que tentam sempre lutar conta o seu “lugar de mulher” em Westeros e Essos. Além disso, a conversa de Yara com Theon é muito legal, ela não vai passar a mão na cabeça do irmão, mas não vai deixar ele se dar por vencido tão fácil também. A relação deles está ficando cada vez mais interessante de ver.

Pra concluir esse núcleo, queria falar sobre a Yara com uma mulher. Aquela cena teve vários momentos direcionados para o olhar masculino e Yara foi provavelmente mais um desses elementos, mas não deixei de pensar sobre isso. Nos livros algumas personagens mulheres são mostradas como bissexuais, como Daenerys e Cersei, mas isso foi apagado na série. Por outro lado, Loras e Oberyn foram mostrados na série com homens, assim como nos livros. Não consigo lembrar de nada que indicasse a orientação sexual de Yara nos livros, então não sei dizer se ela é lésbica, bissexual ou pansexual, mas é interessante ter uma mulher não hétero na série. Eu realmente espero que isso não seja fetichizado pelos produtores. Será que isso poderia significar um relacionamento entre Yara e Daenerys? Talvez não, mas eu posso sonhar. EDIT: Falaram que a Yara tem sim um relacionamento com um homem nos livros, então se o histórico do livro contar para série ela poderia ser bissexual ou pansexual.

Jon e Sansa não estão tendo muita sorte com seus aliados. Apesar dos selvagens estarem do lado deles, as casas do Norte ainda não esqueceram dos erros de Robb e não consideram Jon e Sansa “Stark o suficiente” para carregar outra guerra. Jon parece mais desanimado, Sansa não abaixa a cabeça, mas é Davos que consegue conversar melhor. Apesar de estar numa situação difícil, Davos parece tentar manter a cabeça no lugar, mesmo que não consiga fazer mais do que conseguir 62 homens Mormont.

20160525ep607publicitystill15001203381jpg-653751_765w

Aliás acho que todos amamos Lyanna Mormont, não? Gostei de ver uma menina, mesmo que inexperiente, decidida em seus discurso. Além de tudo, ela é uma demonstração do que a guerra fez com o Norte e Westeros em geral. Uma criança é forçada a assumir a posição de líder porque provavelmente as opções mais experientes foram mortas em combate. Ela também reflete o sentimento de Jon e Sansa: Inexperientes, mas com muita força nortenha.

Esse núcleo termina com a cena de Sansa mandando uma carta, provavelmente pedindo ajuda para alguém. Os únicos candidatos são Peixe Negro e Mindinho, mas como Brienne já está indo na direção dos Tully, é muito provável que Sansa esteja pedindo ajuda para os Arryn. Eu não gosto de ver ela tendo que ficar perto de Mindinho depois de tudo, mas eles precisam de homens e os Arryn podem fazer com que eles ganhem essa luta, já que as casas do Norte parecem estar pendendo mais para o lado dos Bolton. Espero que Sansa mostre que, apesar de estar pedindo ajuda para Mindinho, ela não vai ser manipulada de novo, que quem está no controle agora é ela.

A parte de Arya não me agradou nada. No começo tudo bem, ela quer voltar para Westeros e isso é bom, provavelmente ela vai tentar chegar até Jon. Arya parece bem confiante, mas tudo isso é jogado por água abaixo quando Waif a esfaqueia e Arya cai sangrando na água. É muito surreal que ninguém tente ajudar, mas o que mais me incomoda é o comportamento de Arya. Ela devia saber que Waif ia atrás dela, ou que alguém iria, e mesmo que não esperasse ela foi treinada, devia estar melhor preparada para uma situação dessas. Arya é inteligente e agora uma guerreira treinada, não foi nada convincente o que aconteceu. Eu acreditaria se ela tivesse suspeitado da senhora e lutado, daí sim Waif ataca ela, por ser mais experiente, mas do jeito que aconteceu pareceu muito fora de contexto.

Eu realmente espero que, se Waif não morrer nas mãos de Arya, Jaqen a puna de alguma forma. Ela está deixando seus sentimentos tomarem o melhor dela, desobedeceu a ordem de matar Arya sem dor… Quem é ninguém não faz isso, Arya foi punida por desobedecer, Waif também deveria passar por isso. Dependendo de como os próximos episódios lidarem essa questão, essa cena pode ficar mais coerente, mas por enquanto não me convence.

got607082615hsdsc77711jpg-d495c1_765w

Mais um personagem volta dos mortos! Cão de Caça, ou Sandor Clegane, está vivo com um septão e seu grupo. Isso confirma a teoria do Gravedigger. Pra quem não conhece, os fãs dos livros criaram uma teoria de que Sandor tinha sido salvo por septões e levado até a Ilha Silenciosa. Isso acontece em um capítulo da Brienne, ela conversa com o septão e ele diz que Sandor morreu, mas mais tarde diz que ele mesmo morreu durante a batalha do Tridente, então quando ele diz “morrer” não é uma morte literal. Isso fez muitos fãs acreditarem que Sandor poderia ter começado uma vida nova nessa ilha e The Broken Man confirma isso.

Ao contrário do que seria o Sandor do livro, o da série ainda parece estar remoendo várias coisas que aconteceram na sua vida e diz para o septão que o que o mantém de pé é ódio. Isso me incomoda um pouco porque o arco dele no livro era, por incrível que pareça, algo de redenção, mas aqui parece que ele não evoluiu tanto assim. O ódio dele ganha mais combustível quando seu grupo é morto pela Irmandade Sem Bandeiras, que agora reverencia o Senhor da Luz. Isso é no mínimo estranho porque esse não era o tipo de atitude que a Irmandade costumava ter na série na última vez que os vimos, então por enquanto eu achei que foi uma falha só pra dar motivo para Sandor ficar muito bravo e sair dali. Eu até tenho uma teoria sobre algo que faria essa mudança ter sentido, mas já volto nesse assunto.

Muitos fãs acreditavam que Sandor e Montanha se enfrentariam de novo no que chamamos de Clegane Bowl. Eu nunca gostei muito dessa teoria porque eu achava que era mais fanservice do que algo que ajudasse realmente os personagens, no livro isso não parece tão possível, mas assim como a mudança de Benjen ser Coldhands, a série talvez faça Clegane Bowl acontecer. Pra quem não sabe, muitos fãs tinham a teoria de que, como Sandor estava com o grupo do septão, ele seria escolhido pela Fé para o Combate do julgamento da Cersei e encontraria seu irmão, Montanha versão zumbi, que lutaria pelos Lannister. Pensando em arco de personagem, é bem possível que isso indique uma vitória de Sandor e a condenação de Cersei, o que confirmaria minhas suspeitas que ela morre nessa temporada. Sandor não voltou para a série só para ficar revoltado com o mundo, então muito provavelmente essa é a razão pela qual ele ainda está vivo.

Agora vamos voltar para a questão da Irmandade sem Bandeiras, e aqui eu coloco um aviso gigantesco de spoilers dos livros. Eu e muitas pessoas temos uma teoria sobre outro personagem que pode voltar para a série e que justificaria outros acontecimentos até agora.

Não é muito repentino que, depois de vários episódios e temporadas, muitas coisas acontecendo e já uma porção de núcleos, os Tully tenham voltado agora? Nós nem acompanhamos Peixe Negro depois do Casamento Vermelho, muitos nem lembravam que Edmure era prisioneiro dos Frey. Tudo isso pode ter sim voltado como uma chance de colocar o arco de Jaime de volta nos eixos, mas parece muita coisa só por um personagem que já tinha sido todo modificado.

got607101615hsdsc65901jpg-6dace3_765w

Além disso, foi muito conveniente Mindinho ter falado pra Sansa sobre Peixe Negro. Pode sim ter sido uma forma de mostrar pra ela que ele era confiável, mas daí ela acreditar e mandar Brienne até ele? A guerreira é a única pessoa em quem Sansa está confiando 100% agora, então faz sentido que ela vá pra lá e acabe encontrando Jaime. Outro fato meio perdido que aconteceu foi a Irmandade aparecer agora e ser citada em algum momento da temporada, sendo que eles também tinham sumido faz algum tempo.

Tudo isso pode ser pelo arco de Jaime, Brienne, Sansa e Sandor, mas eu acho que na verdade isso tudo é indício de que o maior retorno dessa temporada está por vir. Eu já tinha desconfiado disso quando os Tully voltaram para a cena. É muita coisa acontecendo naquela área que já tinha sido esquecida, muitos personagens importantes vão pra lá. E não são personagens aleatórios. São os Tully, Brienne, Jaime e a Irmandade se movendo mais do que antes… Sabe o que todos eles têm em comum?

Catelyn, atualmente mais conhecida como Lady Stoneheart.

Nos livros, Catelyn foi trazida de volta por Beric Dondarrion, mas como todo mundo que volta dos mortos em Game of Thrones (tirando Jon, por enquanto eu espero), Catelyn não é a mesma, ela vem como um zumbi vingativo chamado Lady Stoneheart. Ela assume o controle da Irmandade sem Bandeiras e busca vingança contra todos os Frey, Lannisters e qualquer pessoa que a lembre da morte de Robb, mesmo que a pessoa não tenha necessariamente ligação com o Casamento Vermelho. Todos esses pontos que mencionei indicam a volta dela: Os Tully voltam para a cena, que é sua família, tentando lutar contra os Frey, responsáveis pela morte de seu filho. Tanto Jaime quanto Brienne estão indo para o olho do furacão e ambos prometeram manter Arya e Sansa seguras. Sem contar que a Irmandade sem Bandeiras, além de agora servir ao Senhor da Luz, cujo os poderes trouxeram Catelyn de volta, está muito mais agressiva que antes, que é o jeito que Lady Stoneheart lida com as coisas.

Outro fator que dá força para isso é o jeito que os produtores estão lidando com as críticas dos fãs. Depois de cinco temporadas reclamando de violência contra a mulher e uma quinta temporada terrível nesse aspecto (e muitos outros), a sexta temporada realmente parece ter melhorado baseado nessas críticas. Além disso, muito do que a série já recebeu de reclamação foi de cortar personagens mulheres de peso para a trama, como Arianne Martell e Lady Stoneheart, ambas fortes e com muito peso para a história. Será que trazer Catelyn zumbi de volta seria mais uma forma de consertar erros passados? Pode ser que eles tinham planejado isso para a sexta temporada desde o começo também.

Independente do que seja eu espero muito que Catelyn volte para a série, até imagino o último episódio com ela aparecendo pronta para se vingar de tudo e todos. Mais um ponto de conflito enorme para uma Westeros que não está passando por tempos fáceis e isso seria muito interessante.

Originalmente postado em Ideias em Roxo.

%d blogueiros gostam disto: